Obrigado, Roberto Porto (1940 – 2014)!

Tirinha 110 BotafogoA história de um clube é feita de craques da bola e das letras. Luiz Roberto Porto – o Robertão – foi botafoguense ilustre, escritor, historiador e uma referência do jornalismo esportivo brasileiro e do nosso Botafogo. Dentre seus vários livros, escreveu quatro sobre o clube da estrela solitária: “Treino é treino, jogo é jogo” (livro sobre Didi, 2001), “Botafogo: 101 Anos de Histórias, Mitos e Superstições” (2005), “Botafogo: O Glorioso!” (2009) e “O Maior Botafogo de Todos os Tempos” (2013).

Tendo acompanhado o Botafogo por uma vida, nos deixa sem a sua presença; mas sua obra será eterna.